Abapinho

Ó Tempo Volta Para Trás

“Ó tempo volta para trás
Dá-me tudo o que eu perdi
Tem pena e dá-me a vida
A vida que eu já vivi
Ò tempo volta p’ra trás
Mata as minhas esperanças vãs
Vê que até o próprio sol
Volta todas as manhãs” – António Mourão

Ó Tony, é para já. Vou mostrar-te como podes voltar atrás no tempo.

Estás tu muito bem a fazer debug e, sem querer, avanças demais. Querias ter mudado um parâmetro antes de chamar uma função, por exemplo. Mas distraíste-te. Sem o poder de viajar no tempo a única hipótese seria recomeçar o debug do início, o que pode ser doloroso.

Aqui está o cenário trágico. Passaste por cima da função e não alteraste a variável:

Para salvares a situação fazes clique com o botão direito na linha acima para a qual desejas regressar e no menu escolhes “Ir para a instrução”:

Feito isto, depurador regressa ao passado sem refilar:

E tu podes continuar a trabalhar e já não precisas de cantar o fado até ao fim.

Obrigado Sérgio Fraga pela óptima dica.

O Abapinho saúda-vos.

Exit mobile version