Abapinho

Exemplar exemplo de SALV

A não ser que queiras fazer edição dos dados, a única forma digna de usar ALVs nos dias que correm é através das classes SALV. São mais modernas, mais elegantes e permitem a quem as usa alcançar um estatuto social até aqui apenas ao alcance daqueles que são donos de uma matrícula de carro.

Mas a SALV é tão versátil, tem tantas possibilidades, que é preciso um manual de instruções para saber como a moldar às nossas necessidades. É certo que se procurares por SALV_DEMO* na SE38 vais encontrar imensos exemplos. Mas são tantos. E há tão pouco tempo. Por isso o melhor é ficares a saber que o melhor é recorrar ao programa SALV_TEST_TABLE que é uma espécie de canivete suíço para experimentar a SALV e aprender a usá-la.

Obrigado Sérgio Fraga pela dica.

E obrigado Ruud Cuypers pela foto.

O Abapinho saúda-vos.

Exit mobile version