"
Apoiado por

Boas prácticas
Agruparás partes que estejam relacionadas

Às vezes encontras um IMPORT no código mas não fazes ideia onde está o EXPORT correspondente. Quando for necessário comunicar entre programas distintos, isto deverá ser feito através de um par de métodos de uma mesma classe. Assim, quando nos cruzarmos com um, conseguimos facilmente saber qual é o outro.
Para implementar esta comunicação, evita utilizar EXPORT/IMPORT sempre que possível. Ao invés, usa um atributo estático da classe.

Deixe um comentário


Acerca do Abapinho
O Abapinho é suportado pelo WordPress
Artigos (RSS) e Comentários (RSS).