"
Apoiado por

Dar passos de bebé no debug

Quando fazes debug usas a tecla F5 para avançar para a próxima instrução (ou entrar para dentro de uma sub-rotina). Mas imagina um IF com várias condições:


IF A = 1 AND B = 2 AND C = 3.
  WRITE 'Gosto da palavra glauco'.
ENDIF.

Ao fazeres debug àquele IF com F5 e alguma das expressões for falsa saltas logo para fora do IF e ficas sem saber qual delas falhou.

Mas o novo debugger tem uma nova funcionalidade muito catita que te pode ajudar a entender melhor o que aconteceu ali.

Chama-se “Incremento” e permite mudar para um modo em que o debug avança horizontalmente de expressão em expressão, permitindo-te descobrir facilmente qual delas falhou.

stepsize

Obrigado Sérgio Fraga pela dica.
Foto: Denise P.S. via VisualHunt / CC BY-ND

O Abapinho saúda-vos.

Um comentário a “Dar passos de bebé no debug”

  1. Lucas Gabriel Oliveira de Almeida Diz:

    Muito boa a dica. ^^

Deixe um comentário


Acerca do Abapinho
O Abapinho é suportado pelo WordPress
Artigos (RSS) e Comentários (RSS).