"
Supported by

Oh time turn back

“Oh time turn back
Give me everything I have lost
Take pity and give me the life
The life I have already lived
Oh time turn backward
Kill off my futile hopes
Look how even the sun itself
Returns every morning” – António Mourão

Hey Tony, right away. I will show you how you can turn back time.

There you are quite happily carrying out your debug session and you accidentally go too far. You wanted to change a parameter before calling a function, for instance. But you got distracted. Without the power to travel back in time, the only solution would be to start the debug from the beginning, which can be painful.

Here is the tragic scenario. You skipped the function without altering the variable:

To save the situation, right-click on the line above the one you wish to return to and select “Go to instruction” from the menu:

Once that is done the debugger goes back in time without causing a fuss:

And you can get back to work without having to sing that fado song all the way through.

Thanks to Sérgio Fraga for the tip.

Greetings from Abapinho.

11 comentários a “Oh time turn back”

  1. Felipe Tieppo Diz:

    Ótima dica!
    E também podemos “pular” instruções que não desejamos executar.

  2. Jocelio Diz:

    Muito bom!!! Essa eu nem imaginava que existia

  3. Bruno Filipa Diz:

    Excelente dica! Vai poupar muito tempo em debug!

    Obrigado! Abraço! :)

  4. admin Diz:

    Mágica ;)

  5. Maxsuel Maia Diz:

    Tambem pode fazer colocando o cursor do mouse na linha que você quer voltar e apertar Shift + F12.

    Assim também pode voltar no tempo !… kkk

    Abraço galera !

  6. Bruno Esperança Diz:

    As minhas preces foram ouvidas.

    Obrigado.

  7. Gustavo Pessoa Diz:

    Realmente, uma dica muito valiosa! Obrigado!

  8. Programista ABAP Diz:

    Yeah, but unfortunately, It will not change values back. This work like loop not like back step. :-)

  9. Pedro Silva Diz:

    Pessoal, uma duvida, esse comando funciona na versão 5.0? Não tem essa opção no “Botão Direito” e nem com a dica do colega Maxsuel Maia(Shift + F12), Abraço a todos.

  10. Marco Silva Diz:

    Bem, essa instrução é mais perigosa do que outra coisa… Pois em quase todos os casos, a segunda passagem não será feita no mesmo contexto da primeira.

    Faz me lembrar a opção “Miscellaneous –> Load current source code” que te actualisa o código se ele for modificado numa janela em paralello, mas a execução não tem em conta a modificação, logo, não serve de nada e só engana.

    Cumprimentos SAPianos!

  11. Nuno Godinho Diz:

    Por acaso não concordo. Encontro diariamente situações em que me dá jeito voltar atrás para tornar a correr determinado algoritmo. Claro que é importante estar consciente de que, para ter resultados relevantes o contexto não pode mudar. Mas há tantas circunstâncias em que o contexto não muda.

    Além disso também dá jeito para saltar (para o futuro) à frente de condições CHECK ou para dentro de IF que falhariam.

    Nuno

Deixe um comentário


About Abapinho
Abapinho runs on WordPress
Articles (RSS) e Comments (RSS).