"
Etiqueta > alv
Apoiado por

Protocolo de erros da ALV Grid

A lei do menor esforço, esse grande axioma da Humanidade, tem, no mundo da programação, a particularidade de, em muitos casos, acabar por ser simplesmente a lei do esforço adiado. Porque é muito provável que algo que tenha sido desenvolvido de acordo com esta lei venha mais tarde a precisar de um grande esforço extra. Seja dos utilizadores que vão utilizar esse algo ou dos programadores que mais tarde terão de o manter.

Atire a primeira pedra aquele que não se deixou guiar por esta lei ao desenvolver este ou aquele programas.

Eu não atiro.

Ler o resto do artigo! »

Usa o GUI Status Standard sem o copiares

Quando queres usar a CL_GUI_ALV_GRID num CONTAINER tens de copiar um GUI Status standard de outro programa. Por exemplo o GUI Status “STANDARD” do grupo de funções SALV. E depois no PAI do ecrã chamas:

SET PF-STATUS ‘STANDARD’.

E lá aparecem os butõezinhos.

Ler o resto do artigo! »

Boas prácticas
Usarás sempre uma estrutura pré-definida nas ALVs

É comum encontrar as estruturas de dados das ALVs declaradas explicitamente no código. Quando isto é feito, o catálogo de campos tem de ser criado manualmente. Se em vez disso se usar uma estrutura pré-definida (do DDIC ou como TYPE), o catálogo de campos pode ser criado automaticamente. Esta abordagem é sempre melhor resultando em menos código, mesmo que o catálogo de campos tenha de ser reajustado aqui e ali.
https://abapinho.com/en/2011/12/automatizar-catalogo-alv/

Boas prácticas
Usarás a SALV em vez das antigas funções de ALV

As classes SALV são mais versáteis e sofisticadas do que os antigos módulos de função. Portanto, para ALVs novas, usa sempre a SALV. Excepção feita para ALVs que precisem de editar os dados pois nesse caso as SALV ainda são muito pouco capazes.
http://scn.sap.com/docs/DOC-10365
http://scn.sap.com/docs/DOC-10366

Exemplar exemplo de SALV

A não ser que queiras fazer edição dos dados, a única forma digna de usar ALVs nos dias que correm é através das classes SALV. São mais modernas, mais elegantes e permitem a quem as usa alcançar um estatuto social até aqui apenas ao alcance daqueles que são donos de uma matrícula de carro.

Ler o resto do artigo! »

ALV com múltipla escolha num ecrã de diálogo modal

Sabes apresentar, numa janela de diálogo, uma ALV com uma lista de registos permitindo escolha múltipla? Eu não sabia e agora já sei. Vou explicar como é.
Ler o resto do artigo! »

Automatizar catálogo de campos de ALV

Às vezes pergunto-me qual será, no mundo, a percentagem de código ABAP desnecessário. Um exemplo paradigmático de como se pode desperdiçar tempo a escrever código que não serve para nada e só prejudica é a tão frequente definição das descrições dos campos de uma ALV directamente em ABAP.

Ler o resto do artigo! »


Acerca do Abapinho
O Abapinho é suportado pelo WordPress
Artigos (RSS) e Comentários (RSS).