"
Etiqueta > database
Apoiado por

INSERT dbtab ACCEPTING DUPLICATE KEYS

Quando tentas inserir um registo numa tabela que já tenha outro registo com a mesma chave primária o programa faz dump. O que em alguns casos é uma chatice porque, mesmo que te estejas nas tintas, te obriga a verificar antecipadamente se aqueles chaves já existem na tabela.

Mas o ABAP prevê esses casos e dá-te uma solução:



INSERT dbtab FROM TABLE itab [ACCEPTING DUPLICATE KEYS].

Não te preocupes que quando acrescentas o ACCEPTING DUPLICATE KEYS não violas a primeira lei da termodinâmica: os registos não são inseridos. A única diferença é que o programa não faz dump. O que pode dar jeito nos casos em que não estás preocupado com o que estás a inserir.

O Abapinho saúda-vos.

GROUP BY em LOOPs a tabelas internas

Todos já ordenamos tabelas internas e utilizamos a instrução AT NEW.
Mas a partir da 7.40, podemos utilizar GROUP BY no LOOP.

É fantástico a capacidade de agrupamento em que os valores do registo processado no loop podem ser comparados, recorrendo a expressões e  até métodos.

O agrupamento é realizado num primeiro LOOP e pode ser processado a seguir. Experimentem o seguinte código e, tal como eu, ficarão impressionados com o caminho que o ABAP está a seguir.

Ler o resto do artigo! »

Podes gravar variantes na SE16N

E pronto, está dada a dica. Esteve sempre debaixo do teu nariz mas provavelmente nunca pensaste nisso: é possível gravar variantes na SE16N. E até podem ser específicas por utilizador. Algo tão práctico e no entanto tão pouco conhecido.

Obrigado Sérgio Fraga pela dica.
Obrigado Cloudtail pela foto.

O Abapinho saúda-vos.

SE16H – Agrega dados sem precisares do Excel

No início dos tempos usava-se a transacção SE17 para ver o conteúdo de tabelas.
Rapidamente sentiram vergonha e decidiram fazer uma coisa melhorzinha a que chamaram SE16.
Depois inventaram a ALV e surgiu a SE16N (e muita gente continuou até hoje a usar a SE16, algo que me ultrapassa).

Hoje apresento-vos a SE16H.

Ler o resto do artigo! »


Acerca do Abapinho
O Abapinho é suportado pelo WordPress
Artigos (RSS) e Comentários (RSS).