"
Apoiado por

ABAP Code PushDown em HANA

[Artigo por Artur Moreira]

A SAP introduziu a partir da versão 7.4 do ABAP o conceito de Code PushDown, que significa utilizar mais a base de dados para cálculos (agregação de dados, somas e vários cálculos prévios).

Essas novas potencialidades do ABAP surgem associadas à recente Base de Dados SAP HANA, da qual a SAP é proprietária.

Com essas ferramentas, podemos efetuar JOINs e Agregações, que poderão otimizar o nosso código ABAP em termos de performance.

Pretendemos saber como é que isso pode ser feito em ABAP:

Para esse efeito podem ser criadas CDS Views(Core Data Services Views) ou podem ser executados procedures da Base de Dados HANA (AMDP – ABAP Managed Stored Procedure).

As CDS Views são código SQL DDL que dá origem a views que podem depois ser consultadas na transação SE11 e ainda consumidas pelo código ABAP.

As AMDPs são procedures que podem ser chamados em programas ABAP através da chamada do respetivo método, sendo o código executado diretamente em HANA.

As CDS Views e AMDPs são criadas e modificadas através da ferramenta HANA Studio, podendo no entanto ser consultadas em SAP através do bem conhecido SAP GUI (não podem no entanto ser modificadas via SAP GUI).

O código das CDSs e AMDPs é escrito na linguagem de Base de Dados à qual a SAP chamou SQL Script. A base da linguagem é SQL AINSI, como algumas funcionalidades específicas do HANA.

Para quem queira aprender mais sobre SQLScript, a SAP disponibiliza o seguinte documento:
http://help.sap.com/hana/SAP_HANA_SQL_Script_Reference_en.pdf

Sobre CDS Views:
http://scn.sap.com/docs/DOC-70385

Sobre AMDPs:
http://scn.sap.com/docs/DOC-51146

A linguagem SQLScript pode ainda ser utilizada diretamente na Base de Dados SAP HANA, através do HANA Studio, em várias perspetivas e âmbitos, mas neste caso, já fora do cenário ABAP.

Obrigado Artur Moreira por este interessante artigo.

Foto: MysteryBee via VisualHunt / CC BY-SA

O Abapinho saúda-vos.

3 comentários a “ABAP Code PushDown em HANA”

  1. Custodio de Oliveira Diz:

    Ola amigos,

    O artigo nos da uma boa ideia, mas permitam-me fazer algumas observacoes:

    1 – O conceito de “code pushdown” nao foi introduzido no ABAP na 740, e sim na 731 com o comando CALL DATABASE PROCEDURE . A diferenca eh que na 740 foram introduzidos, ai sim, CDS views e AMDP alem das melhorias no openSQL, que sim, sao consideradas code pushdown, que permitem que voce faca seu code pushdown a partir do ABAP server (top down approach) e nao do HANA DB (bottom up).

    2 – CDS Views nao sao escritas em SQLScript, mas em DDL. Sao linguagens copletamente diferentes.

    3 – O HANA Studio, como uma instalacao separada, nao eh mais necessario (acredito que nem seja mais distribuidas novas versoes). Ao contrario, pode-se usar Eclipse com os plug ins necessarios.

    Vale lembrar que tanto as melhorias no openSQL quanto as CDS Views sao disponiveis para qualquer banco de dados. AMDP, hoje, apenas para HANA.

    Alem dos documentos/links ja listados, sugiro mais esses dois:
    http://scn.sap.com/community/abap/hana/blog/2014/02/03/abap-for-hana-code-push-down
    http://scn.sap.com/docs/DOC-73512

    Grande abraco,

    Custodio

  2. Artur Moreira Diz:

    Olá Custodio,

    Obrigado pelos comentários, sugestões e informação adicional.
    Este é um tema bastante novo, onde toda a informação é bem vinda.

    Grande Abraço,
    Artur

  3. Raju Diz:

    Nice article to point to the right links and resources for ABAP on HANA.

    In some cases we need Bottom Up Approach too (but SAP does not recommend). Top Down is always the first choice.

    We have a similar series on SAP ABAP for HANA. Please check at your convenience.

    http://www.sapyard.com/category/tutorial/hana/sap-abap-on-hana/

    Regards,
    Raju.

Deixe um comentário


Acerca do Abapinho
O Abapinho é suportado pelo WordPress
Artigos (RSS) e Comentários (RSS).